quinta-feira, 29 de novembro de 2018

Empreendedores criativos participam do Feira Noise Festival

Feira Camelô tem o objetivo de incentivar empreendedores e marcas locais
O Feira Noise, festival de artes integradas em Feira de Santana (BA), recebeu ontem (24), os grupos Sangue Real, Casa Pronta, Navelha, Stephen Ulrich Band, Ponto Nulo no Céu, Seu Pereira e o Coletivo 401, Tuyo, Erasy, Drenna e Scalene nos palcos Spotify e Sertões. Além dos shows, o evento realiza mais uma edição da Feira Camelô, feirinha de produtos diversos que ocupa o Centro de Cultura Amélio Amorim.
De acordo com o Feira Coletivo, organizador da oitava edição do festival, a Feira Camelô tem o objetivo de incentivar empreendedores e marcas locais. O público pode encontrar nos stands montados na parte superior da Concha Acústica um leque de opções como cosméticos feitos a mão, produtos personalizados, crochê, além de ateliê de beleza, brechó e flash tattoo.
“Ao realizar a curadoria observamos a relevância artística, originalidade e processo criativo da proposta – inovação e trabalhos feitos a mão foram priorizados”, contou Heloisa Lima, coordenadora da feira.
Karen Mendes, da K3 Distribuidora, falou sobre a importância de dialogar com o público do Feira Noise por meio da Feira Camelô. “O Feira Noise é reconhecido na Bahia e no Brasil. O público é totalmente diversificado, então pra gente que está aqui com nossas marcas agregando ao festival é importante ter esse diálogo”, disse a expositora que já participou outras vezes do evento como cantora e apreciadora. “A cada ano participo de um jeito diferente”, concluiu.

A cabelereira Heloísa França, do Heloísa França Ateliê de Beleza, está participando pela primeira vez. “Para nós que somos autônomos estar em um festival independente é mais uma forma de estar próximo e agregar um público”, afirmou.

Raquel Terra Nova, do estúdio Terra Nova Tattoo, destacou a visibilidade que a feirinha proporcionou a seu empreendimento. “Eu acompanho o Feira Noise como público desde o início. Estar aqui depois de dois anos de profissão e poder tatuar a galera que eu me identifico é muito legal. A tatuagem às vezes não tem tanta visibilidade e estar no Feira Noise este ano me proporcionou divulgar o meu trabalho”, disse a tatuadora.

O Feira Noise segue com sua programação neste domingo (25), último dia, onde se apresentam Lerry, Hiran, P1 Rappers, Lâmmia, Dona Iracema, Zimbra, Clube de Patifes, Roça Sound, Sons de Mercúrio, Zuhri, Iorigun, Boogarins e Duda Beat. 










Créditos: VAGALUME ASSESSORIA

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial